Estrutura Residencial para Pessoas Idosas

Resposta social desenvolvida em alojamento colectivo de utilização tempo-rária ou permanente que se destina a acolher pessoas idosas em situação de maior risco de perda de independência e/ou autonomia.

Setembro de 2000: 1º Acordo de Cooperação com a Segurança Social (CATI) – 10 utentes
Setembro de 2001: Revisão do Acordo de Cooperação com a Segurança Social (CATI) – 20 utentes
Maio de 2005: Revisão do Acordo de Cooperação com a Segurança Social (LAR) – 22 utentes
Junho de 2010: Revisão do Acordo de Cooperação com a Segurança Social.

Objectivos:
Atender e acolher pessoas idosas, cuja situação não é passível de outra resposta;
Proporcionar serviços permanentes e adequados à satisfação das necessidades dos seus utentes;
Contribuir para o desenvolvimento normal do processo de envelhecimento e para evitar a sua degradação;
Prestar os apoios necessários às famílias dos idosos no sentido de fortalecer a relação inter-familiar e preservar os laços familiares.

 

Regulamento Interno
Tabela de Comparticipações
Minuta do contrato de alojamento/prestação de serviços
Minuta do contrato de comparticipação familiar
Manual de Acolhimento e Integração do Utente
Diretor/a técnico/a

 

 COVID-19:

- ORIENTAÇÃO DGS 009/2020, DE 11-03, ATUALIZADA EM 2022-01-10 - Procedimentos para Estruturas Residenciais para Idosos (ERPI) e para Unidades de Cuidados Continuados Integrados (várias tipologias).
DELIBERAÇÃO DA DIREÇÃO TOMADA NA REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA DE 2021-07-16 E SUCESSIVAMENTE RENOVADA NAS REUNIÕES ORDINÁRIAS POSTERIORMENTE REALIZADAS
ORIENTAÇÃO DGS 019/2020, DE 26-10, ATUALIZADA EM 2022-01-12 - Estratégia Nacional de Testes para SARS-CoV-2